BLOGS

sábado, 5 de dezembro de 2009

Por detrás da farda - Polícia Civil x Polícia Militar: saiba o que uma pensa da outra


A revista Veja trouxe em sua edição nº. 2141, de 2 de dezembro, uma reportagem mostrando em diversos estados brasileiros o que as Polícias Militar e Civil pensam uma da outra. A resposta não foi muito satisfatória para nenhum dos lados. Diante disso, o jornal O Mossoroense adaptou a matéria à realidade da região e entrevistou 10 policiais de cada farda, em Mossoró e na região Oeste, para ter uma ideia do que uma corporação fala da outra.

A ideia de confrontar as duas insígnias foi para ver até que ponto a sociedade pode esperar das defensoras da lei no combate ao crime, principalmente o crime organizado, que é o mais preocupante no Oeste potiguar.

No primeiro momento quando se questionou se havia corruptos nas polícias, a maioria dos PMs ouvidos, cerca de 65%, acreditam que já está bem menos os casos de policiais civis que se deixam corromperem. Enquanto isso, 58% dos civis entrevistados afirmam que no meio militar a corrupção é privilégio de poucos caducos que têm uma visão conservadora da corporação.

No quesito onde foi indagado se a corrupção de uma é maior que da outra, as respostas apontam para uma proporcionalidade, onde cerca de 80% dos militares dizem que os civis são mais corruptos, enquanto que 89% dos civis dizem que a outra farda tem mais corruptos. O pensamento de um soldado, lotado em uma cidade da região Oeste, defende que enquanto uma polícia se sente melhor e mais bem preparada que a outra, os bandidos se organizam e trilham na dianteira das corporações, com armamentos mais sofisticados e de última geração.

"É necessário que as duas fardas deixem de lado o estrelismo onde uma quer aparecer mais que a outra e juntos vamos combater o crime que é o melhor a fazer pela sociedade, que espera muito mais de nós, enquanto que defensora social", disse.

A rivalidade se acentua mais entre as polícias, quando uma acusa a outra de torturar preso dentro das delegacias ou ainda, nas estradas no momento de transportar detentos. Um policial civil explica que os grupos de combates e apoios da Polícia Militar são peritos em surrar e torturar presos para que esses confessem algum delito que por ventura tenha cometido.

"As táticas de interrogações dos presos são praticamente as mesmas que eram utilizadas na época da Ditadura Militar, para se ter uma ideia, em muitos locais onde as delegacias são comandadas pela Polícia Militar, ainda se utilizam o famoso 'pau-de-arara'", disse.
FONTE - JORNAL O MOSSOROENSE (17/10/1872), EDIÇÃO DO DIA 06/12/2009(DOMINGO)

Na relação de confiança, as opiniões se divergem mais uma vez. Os militares retratam a Polícia Civil como uma instituição esquecida pelo governo, onde a maioria das delegacias está abarrotada de inquéritos não-concluídos, com crimes que foram arquivados sem investigações devidas, além de um despreparo muito grande. Já quando o pensamento vai para o outro lado, os civis reconhecem que a PM é mais estruturada, porém não merece muita confiança, uma vez que a mesma tem um histórico político e social que amedronta a população e ainda vigoram nos segmentos hierárquicos do militarismo.

População da região Oeste diz que ações são insuficientes

Diante de todos esses fatos e argumentos de ambas as partes, o que falta às polícias para que consigam restaurar um nível civilizatório de segurança na cidade e na região Oeste?

As estatísticas mostram que os serviços de segurança pública custam aos brasileiros 16 bilhões de reais por ano.

No entanto, é mínimo o nível de satisfação com o serviço pelo qual se paga caro. Além de ouvir os policiais, O Mossoroense entrevistou 25 pessoas da população oestana.

Para 92% delas, a situação da violência está fora de controle; e as ações da polícia para acabar com o crime organizado são insuficientes e não tem esperança de melhorias.

O comerciante Antonio José Dias, 48 anos, residente no município de Umarizal, onde já teve seu estabelecimento assaltado por duas vezes, disse que o problema está na formação dos policiais que não correspondem às expectativas das pessoas, que esperam muito mais ainda da polícia. "A população está com medo e confia pouco na polícia, a vida nas cidades é insegura e o medo toma conta das ruas", disse o comerciante.

A professora aposentada Loide Sales destaca que as cidades estão ficando desertas de pessoas de bem, onde as ruas vazias são territórios de gangues. "Retomar os espaços urbanos das mãos dos bandidos tem um efeito profilático contra o crime", destacou.
OPINIÃO DO STPM RR JOTA MARIA
Como policial militar da reserva acho que o Brasil somente deveria ter uma única polícia. das cinco polícias, nenhuma dela é o ideal, a única que possui uma maior moral é a POLÍCIA FEDERAL. A minha PM precisa passar por uma grande transformação, primeiramente, mudando as instruções, tantos para praças, como para oficiais, fazendo com que nossos policiais sejam mais instruidos no que diz respeito a legislação. A maioria deles nunca leram um só artigo da CONSTITUIÇÃO FEDERAL, daí como um policial que não sabe de nada de lei vai agir no momento de uma ocorrência. Como ele não sabe resolver dentro da lei, age de seu acordo, se acertar tudo bem, até a aplaudido pela sociedade e elogiado pelo comando; quando erra, é punido pelo Regulamento Policial Militar e condenado pela sociedade.


quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

FIM DA GREVE NA POLÍCIA CIVIL - RN


03/12/2009 - Após 48 horas de paralisação, a Polícia Civil decidiu suspender a greve e aceitar a nova contraproposta do governo que apresentou um cronograma para retirada dos presos de todas as delegacias do Estado. Por unanimidade, a categoria decidiu pela volta aos trabalhos em assembléia realizada na noite de ontem no auditório do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública (Sinpol), na Avenida Rio Branco, Cidade Alta.

Ficou acordado entre representantes do Sinpol e os secretários Vagner Araújo, chefe da Casa Civil, e Agripino Oliveira Neto, da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), a retirada imediata dos presos de todas as delegacias de Natal "Essa era nossa principal reivindicação. Além disso, foi assinado um documento com um cronograma para retirada de todos os presos do Estado", relatou Vilma Marinho, presidente do Sindicato dos Policiais. Além da capital, foi garantido ao Sindicato a retirada, em até 15 dias, dos presos das delegacias de Parnamirim e a desocupação dos prédios de Ceará-Mirim, Extremoz e São José do Mipibu em, no máximo, 90 dias. Para os demais presos que superlotam as delegacias do interior foi apresentado um prazo máximo de 120 dias.

A partir de hoje, os presos flagranteados serão encaminhados às delegacias para serem autuados, porém, após registrados os flagrantes, eles passam a ser de responsabilidade da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc). Hoje, várias delegacias distritais já amanheceram com policiais militares e agentes carcerários.

Ficou agendado uma reunião para o dia 15 de janeiro de 2010 para tratar dos demais itens da pauta como aumento do efetivo, implementação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e promoção automática de agentes.

Delegacias distritais e especializadas passam a funcionar 24 horas

Enquanto as mudanças não ocorrem, serão alugados imóveis onde funcionarão, administrativa e fisicamente as delegacias. Após a saída de todos os presos, os prédios antigos serão reformados e as delegacias voltam aos seus prédios de origem, funcionando 24 horas por dia, de domingo a domingo.

"As pessoas precisando de atendimento da Polícia, não vão mais precisar se deslocar a apenas duas delegacias da cidade. Agora, quando for feita a transferência física por completo, elas podem registrar ocorrências na delegacia do seu bairro. Isso serve tanto para as delegacias distritais, quanto para as especializadas", frisou a presidente.

O serviço 24 horas, de acordo com o Sinpol, é obrigação da Polícia Civil. "Nós queremos trabalhar e isso é uma prova, para a sociedade, que nossa greve é em prol da população que terá um serviço de qualidade e não só pra gente", garantiu Vilma.
FONTE - JORNAL CORREIO DA TARDE - NATAL/MOSSORÓ

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

GREVE NA POLÍCIA CIVIL - RN


No dia primeiro de dezembro de 2009(terça-feira) a Polícia Civil do Rio Grande do Norte entra em greve por tempo indeterminado. A confirmação foi feita pelo vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sinpol), Djair Oliveira, na manhã de ontem.

De acordo com o vice-presidente, todas as delegacias distritais e especializadas vão estar fechadas. Apenas as delegacias de plantão da Zona Sul e Zona Norte em Natal e as regionais do interior continuarão funcionando para registrar flagrantes.

O Sinpol garante que o Carnatal, com início marcado para a quinta-feira (3) e se estendendo até o domingo (6), poderá ficar sem o apoio da Polícia Civil. Segundo Djair Oliveira, nenhum boletim de ocorrência será registrado durante a greve e também não haverá funcionamento nas delegacias neste período. "O Carnatal sem polícia é culpa da governadora, que não nos recebe", disse.

Para Djair Oliveira, a Secretaria de Segurança do Estado enviou um ofício ao Sinpol em resposta às reivindicações feitas pela categoria. "Eles pediram um prazo de 90 dias para resolver os problemas dos presos nas delegacias de Natal e disseram que nos últimos anos o governo investiu na reestruturação do aparato policial. Mas o problema dos presos não é apenas em Natal. É na Grande Natal e no interior também", acrescentou.

INTERIOR

Mesmo diante da recomendação do Sinpol de que todas as delegacias devem permanecer com as portas fechadas durante a paralisação, as sediadas no interior deverão continuar com suas atividades normais, inclusive em Mossoró.

De acordo com alguns delegados, as atividades não podem parar devido ao grande número de ocorrências registradas no dia a dia. Eles acreditam que se as carceragens fecharem suas portas o acúmulo de serviço vai dificultar ainda mais o funcionamento.

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
O RN PASSA POR AQUI! - com 16 blogs e 1384 links - mossoró-rn, 28 de dezembro de 2008

STPM JOTA MARIA

STPM JOTA MARIA
HUMILDADE E HONESTIDADE

Quem sou eu

Minha foto
É o blog da cultura, política, economia, história e de muitas curiosidades regionais, nacionais e mundiais. Pesquisamos, selecionamos, organizamos e mostramos para você, fique atenado no Oeste News, aqui é cultura! SÃO 118 LINKS: SEU MUNICÍPIO - histórico dos 167 municípios potiguares; CONHECENDO O OESTE, MOSSORÓ, APODI - tudo sobre o município de Apodi, com fatos inéditos; MOSSORÓ - conheça a história de minha querida e amada cidade de Mossoró; SOU MOSSOROENSE DE NASCIMENTO e APODIENSE DE CORAÇÃO; JOTAEMESHON WHAKYSHON - curiosidades e assuntos diversos; JULLYETTH BEZERRA - FATOS SOCIAIS, contendo os aniversariantes do mês;JOTA JÚNIOR,contendo todos os governadores do Estado do Rio Grande do Norte, desde 1597 a 2009; CULTURA, POLICIAIS MILITARES, PM-RN, TÚNEL DO TEMPO, REGISTRO E ACONTECIMENTO - principais notícias do mês; MILITARISMO. OUTROS ASSUNTOS, COMO: BIOGRAFIA, ESPORTE, GENEALOGIA, CURIOSIDADES VOCÊ INTERNAUTA ENCONTRARÁ NO BLOG "WEST NEWS", SITE - JOTAMARIA.BLOGSPOT.COM OESTE NEWS - fundado a XXVII - II - MMIX - OESTENEWS.BLOGSPOT.COM - aqui você encontrará tudo (quase) referente a nossa querida e amada terra potiguar. CONFIRA...

EM SUA OPINIÃO, QUAL É A MELHOR POLÍCIA BRASILEIRA?